R.P. Turma de Braga

Toda a caminhada por mais longa que seja, começa sempre no primeiro passo. Foi o que toda a vida me pregaram. No entanto, neste curso, foram necessários muitos passos atrás para depois dar o impulso de largada para o início desta viagem.

 Foi necessário descartar o peso que trazíamos a mais, que nos tinha presas ao chão como uns pregos, ou pesavam na nossa mochila emocional, de forma a podermos partir mais leves, apenas integradas com informação útil para a nossa futura jornada.

 Mal nos tínhamos acabado de conhecer, e já estávamos a tirar os nossos “esqueletos dos armários”, a “dar” o nosso ombro, a “acolher” mágoas, a limpar (quase às escondidas) as lágrimas que teimavam em cair nos nossos rostos enquanto tentávamos de alguma forma amenizar a dor umas das outras… sem nunca nos deixarmos para trás… sempre a segurarmo-nos umas às outras apesar do pouco conhecimento que o tempo nos permitiu, mas na consciência de que se o Universo nos juntou nesta viagem, temos de respeitar a sua escolha e estar disponíveis para aprender umas com as outras.

 E que viagem esta! Quando ouço “reencontro à nossa essência”, é onde encontro mais sintonia com o que este curso me trouxe… Toda a desconstrução feita, foi uma libertação mas também de facto, um limpar e desobstruir o caminho para um reencontro a muita informação que já estava dentro de mim, muito conhecimento que precisava ser resgatado, que Já ERA!

rp